quarta-feira, 24 de maio de 2017

Administração - Emmanuel

“Dá conta de tua administração.”  Jesus / Lucas, 16:2.
Na essência, cada homem é servidor pelo trabalho que realiza na obra do  Supremo Pai, e, simultaneamente, é administrador, porquanto cada criatura humana detém possibilidades enormes no plano em que moureja.
Mordomo do mundo não é somente aquele que encanece os cabelos, à frente dos interesses coletivos, nas empresas públicas ou  particulares, combatendo  intrigas mil, a fim de cumprir a missão a que se dedica.
Cada inteligência da Terra dará conta dos recursos que lhe foram confiados.
A fortuna e a autoridade não são valores únicos de que devemos dar conta hoje e amanhã o corpo é um templo sagrado.
A saúde física é um tesouro. A oportunidade de trabalhar é uma bênção.
A possibilidade de servir é um obséquio divino.
O ensejo de aprender é uma porta libertadora.
O tempo é um patrimônio inestimável.
O lar é uma dádiva do Céu.
O amigo é um benfeitor.
A experiência benéfica é uma grande conquista.
A ocasião de viver em harmonia com o Senhor, com os semelhantes e com a Natureza é uma glória comum a todos.
A hora de ajudar  os menos favorecidos de recursos ou  entendimento  é valiosa.
O chão para semear, a ignorância para ser instruída e a dor para ser  consolada são apelos que o Céu envia sem palavras ao mundo inteiro.
Que fazes, portanto, dos talentos preciosos que repousam em teu coração, em tuas mãos e no teu  caminho? Vela por tua própria tarefa no bem, diante do  Eterno, porque chegará o momento em que o Poder Divino te pedirá: — “Dá conta de tua administração.
Livro: Fonte Viva.
Emmanuel / Chico Xaver.

Lecioneto / pequena lição - 67

Sid/i PV

1. (iu) Resti ie, metinte la postaĵon de la korpo sur io: li sidas apud la tablo; sidi ĉe la pordo de sia domo, sur trono; birdo sidas sur branĉo; forte sidas, kiu Dion fidas PrV; la ferkesto, kiun sidas avarulo, enteni same povus sablon aŭ oron.
2. (iu) Resti sur seĝo por konsiliĝi, diskuti aŭ juĝi: la parlamento sidis dum la tuta nokto; mi ne sidas kun homoj malveremaj.
3. (iu) Resti senmova, senaga: sidi kiel muso sub balailo PrV; Dion fidu, sed senfare ne sidu PrV; sidadi super libro dum tutaj horoj; (figure) la vortoj flugas, sed la pensoj sidas.  VD:kovi, kuŝi, sieĝi, stari
4. (io) (figure) Restadi, estadi: en la kandelingo sidis brulanta kandelo; la ŝlosilo sidas en la pordo; diademo, malgranda tapeto sidis sur ŝia kapo; la verda stelo, kiu sidas sur nia brusto; en ŝerco kaj ludo ofte sidas aludo PrV; en unueco sidas nia forto; se en kor' io sidas, vizaĝo perfidas PrV; kiel solece sidas la urbo! malsaĝeco forte sidas en lia koro.
5. (io) (figure) Konveni, akordiĝi laŭ la vidpunkto de la ekstera beleco: la vestoj bonege sidas - sidejo Loko, kie sidas iu aŭ io: mi do decidis tuj iri al la sidejo de Komintern.
*sidigi - Igi iun sidi 1: sidigu vin ..., sinjoro.
*sidiĝi = eksidi - sidiĝu, sinjoro.
Rim.: Z. konsilas, ke „ anstataŭ "sidiĝu" estus pli bone diri "sidigu vin" aŭ "eksidu" tamen ĉar la formo "sidiĝu" jam de tre longe estas uzata preskaŭ de ĉiuj Esperantistoj, tial ĝi fariĝis jam "esperantismo" kaj nomi ĝin eraro oni jam ne povas”.
Sidilo - Ĉia meblo aŭ aĵo uzata por sursido.
Eksidi - Sin meti sur seĝon, sidiĝi: ŝi en sia griza kitelo eksidis en la kuirejo sur la cindro.
Kunsidi - Partopreni en komuna diskutado aŭ konsiliĝo: multaj impostistoj kaj pekuloj kunsidis kun Jesuo kaj liaj disĉiploj.
Kunsido - Iom daŭra diskutado aŭ konsiliĝo inter sidantaj personoj: la kunsido estis longa.  VD:kunveno.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Que ovelha somos? - Emmanuel


Cap. XX – Item 5
“Eu sou o bom pastor e conheço as minhas ovelhas e das minhas sou conhecido.” – Jesus / João, 10: 14.
O pastor atento se identifica com o rebanho de tal maneira, que define de pronto qualquer das ovelhas mantidas a seu cuidado.
Conhece as mais ativas.
Descobre as indiferentes.
Nomeia as retardatárias.
Registra as que lideram.
Classifica a lã que venha a produzir.
Tudo faz, em favor de todas.
Por sua vez, as ovelhas, pouco a pouco, percebem, dentro da limitação que as caracteriza, o modo de ser do pastor que as dirige.
Habituam-se aos lugares que lhe são prediletos.
Respeitam-lhe os sinais.
Acatam-lhe as ordens.
Reconhecem-lhe o poder diretivo, sem confundir-lhe a presença.
Na imagem, temos a divina missão do Cristo para conosco.
O Pastor Compassivo conhece cada uma das ovelhas do redil humano, tudo fazendo para guiá-las ao campo da Luz Celeste.
Incentiva as indiferentes.
Acalma as impetuosas.
Fortalece as mais fracas.
Apoia as mais responsáveis.
Sopesa o valor de todas, segundo as peculiaridades e tendências de cada uma.
E, de igual modo, as ovelhas do rebanho terrestre, gradativamente, vêm a conhecer e a sentir a existência abençoada do Bom Pastor.
Entendem-lhe os ensinamentos e admoestações.
Reverenciam a excelência do seu Amor.
Confiam serenamente em sua Misericórdia.
Esposam-lhe os ideais e buscam corresponder-lhe à vontade, destacando-o, nos quadros da vida, por Intermediário do Pai Excelso.
Desse modo, cabe-nos atender ao chamamento do Mestre, melhorando as condições da vida, no mundo, com base em nossa própria renovação.
Nesse programa de luta, vale indagar de nós mesmos:
– Que ovelha somos?
E com semelhante pergunta, busquemos na disciplina, ante o Cristo de Deus, a nossa posição de servidores do bem, na certeza de que a humildade conferir-nos-á sintonia com o Divino Pastor, para que, sublimando e servindo, atinjamos com Ele o Aprisco Celeste na imortalidade vitoriosa.
Espíritos Diversos / Chico Xavier.
Livro: O Espírito da Verdade.

Lecioneto / pequena lição - 66




Oração

Oração

Nossa Receita