sábado, 30 de setembro de 2017

“Sursum corda” - Vinícius

"Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado à força, e os violentos são os que o conquistam." (Evangelho.)
O reino dos céus é dos fortes. Os abúlicos, os pusilânimes e os covardes jamais o alcançarão. Sua posse depende de uma porfiada conquista. A obra da salvação é obra de educação. Educar é desenvolver os poderes latentes do espírito, dentre os quais sobressai a Vontade. É com o poder da Vontade que se alcança o céu. A Vontade, disse um eminente educador, é a força principal do caráter, é, numa palavra, o próprio homem.
Tomás de Aquino, interpelado por certa senhora de alta sociedade sobre o que se fazia preciso para ganhar o céu, respondeu: Querer.
A maioria dos erros que cometemos são atos de fraqueza moral. Os vícios dominam-nos, a cólera arrebata-nos, o ciúme consome-nos, a ambição perturba-nos, o orgulho cega-nos, o egoísmo envilece-nos. Dissimulamos a cada passo, abafando a verdade, preterindo a justiça, pactuando com a iniqüidade. E tudo porquê? — por fraqueza.
Uma vontade frouxa, deseducada, é a causa dos fracassos, dos desapontamentos, das quedas e das humilhações por que passamos na trajetória da existência. O reino dos céus há de ser tomado à força. É o único caso em que a violência se justifica. Sem energia de vontade não se doma a animalidade que nos degrada, não se sobe a simbólica escada de Jacob. Sem coragem moral não se abraça a verdade, nem se vive segundo a justiça.
O Apocalipse, em sua linguagem parabólica, diz: "Não és frio, nem quente, oxalá fosses frio ou quente: És morno, por isso estou para te vomitar de minha boca. Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus".
O morno é o fraco, é o tíbio, o indeciso, o medroso, que não sabe porfiar, que foge espavorido das lutas e das pelejas.
Jesus disse aos seus discípulos:
— Ide. Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos.
Ele queria, portanto, homens resolutos, dispostos a enfrentar obstáculos, e a conjurar perigos. A ovelha no meio da alcateia corre risco iminente. E o Mestre aponta e salienta esse perigo ordenando peremptoriamente: "Ide". Referindo-se ao caminho da salvação, disse que esse caminho é estreito como estreita é a porta que lhe dá acesso. Para melhor elucidar o caso, acrescenta: "Quem quiser ser meu discípulo renuncie a tudo, inclusive à própria vida, tome sua cruz e siga-me".
Os dizeres acima não dão margem a mal-entendidos. Eles exprimem clara e positivamente que, para ser cristão, o homem precisa tornar-se forte, corajoso, intrépido.
E o Mestre o exemplificou dando perfeito testemunho, na sua vida terrena, de integridade de caráter, de valor moral e de intrepidez.
"Ninguém me convence de pecado. — Eu venci o mundo. — Seja o teu falar sim, sim; não, não. Não temais os homens. — Sede perfeitos como vosso Pai celestial é perfeito" — são frases de um Espírito forte e valoroso. A expulsão dos vendilhões do templo, dadas as condições e o meio em que se operou, foi mais do que um ato de coragem moral, foi um cartel de desafio atirado pelo Mestre a uma horda de inimigos ferozes e poderosos.
O homem atual carece de valor moral.
O parasitismo crescente comprova tal asserção. Atravessamos uma época de crise de energia. Não de energia elétrica, como clama a imprensa de nossos dias, mas de energia moral, de coragem cívica, de inteireza de caráter. Semelhante crise é de conseqüências gravíssimas para a Humanidade. A crise de energia elétrica acarreta males relativos e sanáveis, enquanto que a crise de energia moral, se não for conjurada, trará a dissolução social, determinará um verdadeiro cataclismo mundial.
Salvar é educar. O reino dos céus é conquista dos fortes. Eduquemos a vontade libertando nosso espírito da ignominiosa servidão, do negregado cativeiro do vício e das paixões.
Imaginar a salvação fora da auto-educação de nossas almas, é utopia dogmática incompatível com a atualidade .
Salvemos o mundo, salvando-nos a nós mesmos.
"SURSUM CORDA!"
Livro: Nas Pegadas do Mestre.
Vinícius.

Palavra do Dia / Vorto de la tago - 68

                 STATO - Estado (modo de ser), situação.
1. Maniero, en kiu eventuale staras afero:
(Modo em que permanece eventualmente uma coisa)

La aŭto estas en bona stato.
O carro está em bom estado.
Kiel statas la afero?
Como está a situação do caso? 
Mi ne plendas pri mia sanstato.
Eu não faço queixa do meu estado de saúde.

2. Maniero de ies ekzisto, kiel ĝin difinas la cirkonstancoj:
(Modo de existência de alguém, conforme as circunstâncias a definem) 

Mia financa stato fariĝis malbona.
Minha situação financeira tornou-se ruim.
La organizo estas tre bonstata.
A organização está muito abastada.   
Tiuj malaltstataj homoj neniam povos ĝui luksaĵojn!
Essas pessoas de baixas condições nunca poderão desfrutar dos objetos de luxo!  

3. Ĉiu el la tri manieroj kiel prezentiĝas la materio:
(Cada uma das três formas que se apresentar a matéria)

Estas tri statoj de la akvo: solida, likva kaj gasa.
São três estados da água: sólido, líquido e gasoso.
***
Programa "MiaAmiko" - Esperanto@Brazilo
Virtuala Brazila Esperanto-Movado

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

A Luz do Evangelho – Emmanuel.

Empobreçamo-nos de vaidade e orgulho, de ambição e egoísmo e, certamente, a verdade nos impelirá aos planos mais altos da vida.
Ilusões e exigências são adensamento de névoas em torno de nossa visão espiritual.
Jesus, no ensinamento evangélico, não exaltava os indigentes de educação ou de energia!
Salientava a triste condição das almas que amontoam, ao redor dos próprios passos, ouro e títulos convencionais no exclusivo propósito de dominação entre os homens, acabando emparedadas em pergaminhos dourados e cintilantes molduras, à maneira de cadáveres em mausoléus de alto preço.
É justo usar os patrimônios de inteligência e reconforto que o mundos nos oferece à solução dos nossos problemas evolutivos, mas é indispensável saber distribuir com espontâneo amor as facilidades que a Terra situa em nossas mãos a fim de que a fé não brilhe debalde em nossa rota.
O Senhor, em surgindo na manjedoura, estava pobre de bens materiais, mas sumamente rico de luz.
Mais tarde, no madeiro infamante, encontrava-se pobre de garantias humanas, mas infinitamente rico de Vida Eterna.
Empobreçamo-nos de exclusivismo e enriqueçamo-nos de serviço edificante! Nessa estrada de sintonia com o Alto, atingiremos, em breve tempo, os tesouros da Vida Eterna!...
Livro: Alma e Luz.
Emmanuel / Chico Xavier.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Fraternidade e saúde

Fraternidade
No momento em que desprezamos a fraternidade plantamos muitos dos espinhos que hoje surgem em nossa vida em forma de problemas dos mais variados. A fraternidade não é apenas um lembrete que Jesus deixou. É uma Lei Espiritual que rege a nossa vida a estabelecer o equilíbrio das relações humanas.
Quando deixamos de ser fraternos, isto é, deixamos de tratar o próximo como nosso irmão, estamos mergulhando em zonas de  desequilíbrio, e os problemas que fatalmente surgirão em nossa vida funcionam como mecanismos de alerta para que regressemos o quanto antes ao caminho da fraternidade.
E, neste caminho, o exercício do perdão, da tolerância e da caridade são praticas de amparo a nós mesmos.
Livro: Sempre Melhor – 40.
José Carlos De Lucca.

95. – Rilete la penojn de la Medicino, kiel ni konsideru la sanon?
– Por la surtera homo sano povas signifi la perfektan ekvilibron de la materiaj organoj; por la spirita sfero tamen sano estas la perfekta harmonio de la animo, por kies akiro estas plurfoje necesa la altvalora kontribuo de la malsanoj kaj nedaŭraj surteraj neperfektaĵoj.
Libro: La Konsolanto – Emmanuel / Chico Xavier.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Apelo de amiga – Amélia Rodrigues.

Alma irmã, escuta-me!
Venho falar-te do drama de urgência, que toma conta do coração e da mente da mulher, que se vê induzida por hábil propaganda a negar-se à maternidade. . .
Sejam quais forem os argumentos, como se te apresentem as justificativas para o crime de interrupção da vida fetal, que alguns homens pretendem legalizar, não te deixes seduzir.
A mulher nasceu para ser, por excelência, mãe da própria ou da carne alheia.
À exceção do aborto terapêutico que objetiva salvar a vida da gestante, facultando-lhe permanecer no ministério do corpo, todos os outros tipos decorrem de arrazoados ególatras e sofistas, que não merecem respeito.
Não te envergonhes nunca de permitir que a vida se te manifeste pelo corpo, na condição de co-criadora que és ao lado de Deus.
As alegações vazadas no egoísmo absurdo que visa transformar o corpo num oásis de delícias, mediante a sexualidade nem sempre dignificada, tomam a mulher objeto contra o que, aliás, ela hoje vem pretendendo lutar.
Enquanto haja mães, na Terra, teremos a certeza de que Deus prossegue conosco.
Não obstante se argumente quanto ao direito que a mulher tem sobre o seu corpo, a verdade é que aquele que se desenvolve na intimidade intra-uterina não lhe é a continuação, sendo antes o resultado da união de outras energias que se conjugam para manifestar a vida e prolongá-la através da sucessão dos anos.
Um filho é sempre dádiva de Deus.
Aviltando-se a genitora por meio do delito do aborto, seus sentimentos humanos descem ao primarismo animal, trazendo de volta a ferocidade primeva que já deveria estar superada.
O homem deixa-se sensibilizar pelos fenômenos ecológicos, lutando pela preservação do meio ambiente, das forças vivas e atuantes da Natureza, todavia, ergue-se, obstinado, para destruir á vida humana em formação, que lhe pede oportunidade para vir à luz do Sol.
Deixa-te tocar pelo amor e a canção da afetividade dulcificar-te-á a alma. Cantarás, então, uma balada de ternura pelo filhinho que trazes contigo e logo mais estará nos teus braços, esperando pela tua fortaleza, a fim de avançar pelos rumos do Infinito.
Ser mãe é desdobrar a alma em santificantes lições de amor, doando-se e fruindo o licor inefável da felicidade.
Ditoso é todo aquele que dá, que se doa, que se oferta em holocausto de beleza.
Permite que a tua existência, convidada à sublime tarefa maternal, se coroe de estrelas como bênçãos do céu nas sombras da Terra, enternecendo-te e doando claridades permanentes para a Humanidade inteira.
... E um dia, quando a neve dos anos adomar-te a cabeça cansada e aureolar-te o corpo exaurido, duas mãos de apoio como asas angelicais, surgirão, inesperadas, para apoiar-te, enquanto formosa voz entoará um hino de gratidão ao teu amor, mesmo que te sintas, aparentemente, abandonada.
Esse hino, em musicalidade sublime, assim te dirá: — Mamãe, aqui estou: sou eu, teu filho!
AMÉLIA RODRIGUES
Livro: Terapêutica de Emergência.
Espíritos Diversos / Divaldo Franco.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Perdão

Não seria exagero afirmar que a falta de perdão está na raiz de quase todos os problemas. Quando o perdão se ausenta, um nó bem apertado surge em nossa vida, um nó que impede a circulação das energias ao nosso desenvolvimento material, emocional e espiritual.
Perdoar é desfazer o nó que está impedindo nossa vida de florescer. Sentimentos como ódio, rancor, revolta, mágoa e raiva são barreiras que impedem a circulação da energia divina em nossa vida. Quem prefere respirar no clima da eterna discórdia não é capaz de captar as vibrações que fluem da mente de Deus.
Quem se recusa a perdoar vibra em freqüência oposta à Mente Divina, portanto, não consegue sintonizar as bênçãos espirituais, dando ensejo ao surgimento de variados problemas físicos, emocionais e espirituais, que a prática do perdão teria evitado.
Livro: Sempre Melhor - 73
Jose Carlos De Lucca.

domingo, 24 de setembro de 2017

Pri la ĝusta tempo por ekdormeti post tagmanĝo - Jarka Malá el Ĉeĥio

Ĉu vespere vi ne povas ekdormi kaj la kvalito de via dormo estas vere mizera? Tion devus ripari mallonga posttagmanĝa dormeto. Sciencistoj kalkulis la ĝustan tempon por ekdormeti. Tio fortigas nian memorkapablon, atentemon, eĉ laborefikon.
Efike ekdormeti dum la tago povos esti  por iu malfacila rutino. Ne ĉiu sukcesas dormeti ĝuste dum 30 minutoj, kvankam li estas laca. Tiuj, kiuj mastrumas tiun lertecon, povas esti fieraj. Laŭ brita gazeto ili ne nur ripozas, samtempe tiu agado estas sana, produktiva kaj fortigas la menson.
Laŭ sciencistoj la plej ideala tempo por ekdormeti estas la dek kvina horo posttagmeze. La kialo estas, ke nia "diurna ritmo" "subiĝas" ĉirkaŭ la dek kvina horo. Tio manifestiĝas en tio, ke multaj homoj post tagmanĝo sentas dormemon kaj mankon de atentemo, do via propra cerbo invitas vin iri ripozi. La ekdormon vi ne devus prolongadi, sufiĉas 20 ĝis 30 minutoj. Se vi dormus nur kelkajn minutojn pli longe, minacas, ke vi falus en profundan dormon, post kiu vi ne povus vekiĝi. Vi sentus vin “preterreale“ ankoraŭ unu horon post vekiĝo. Tiun fenomenon oni nomas inercio de dormo.
Kvankam la ekdormeto povos esti pozitiva se vi ne bone dormis dum nokto, la longa posttagmeza dormo komplikigus la noktan dormon eĉ pli. Nenion ni troigu.  Laŭ la lasta informo de Brita Konsilio de Dormo, preskaŭ tri kvinonoj de la britoj dormas nokte malpli ol sep horojn. Dekdu Britoj dormas nokte eĉ malpli ol kvin horojn.
"Se vi ne povas bone dormi, ankaŭ via humoro ne agas bone, rilate al koncentriĝo, sano kaj imunsistemo," diras Rajkumar Dasgupta, profesoro-asistanto de la medicino klinika en la universitato de Suda Kalifornio. "Vere ne estas bone suferi je manko de dormo," li aldonas. Ju pli da homoj ne povas dormi nokte, des pli da homoj devus rifuĝi en liton almenaŭ mallonge posttagmeze.
Kelkaj studoj pruvis, ke dormeto efikas al sano kaj ĝi povas alfronti mem fatalan sinsekvon de manko de dormo. Post la dormeto homoj estas viglaj, kreivaj, ili pli bone memorkapablas kaj pli bone lernas. Ĉu vi dormis dum la taŭga tempo, tion vi ekkonos tiel, ke vi vere sentos vin vigleca. Sed se vi ne laboras en firmao kiel Google aŭ Uber, kiuj subtenas dormetojn, vi mem devos konvinki viajn estrojn.

Palavra do Dia / Vorto de la tago - 67

                        ZUMI - Zumbir, zunir, soar .

Aŭdigi kontinuan, malakutan kaj obtuzan bruon, se paroli pri:
(Fazer ouvir contínuo, grave e obtuso barulho, se falar sobre)

1. insektoj, kies flugado faras zo-sonon
(insetos, cujo vôo faz um som de zzzz...)

Ekstere zumas abeloj.
Do lado de fora zumbem umas abelhas.
Mi ege ne ŝatas la zumadon de muŝoj.
Muito me desagrada o zumbido de moscas.
Subite mi ekaŭdis zuman sonon.
De repente comecei a ouvir um som de zumbido.

2. persono murmuranta aŭ kantanta kun preskaŭ fermita buŝo:
(uma pessoa murmurando ou cantando com a boca quase fechada)

Ŝi zumis iun kanton.
Ela cantarolou uma canção.

3. konfuza bruo:
(barulho confuso)

En la restoracio neniu zumas.
No restaurante ninguém fazia um zumbido.
Ŝia edzo foriris - lin nervozigis zumado de la virinaj langoj.
O marido dela se retirou - um burburinho das línguas femininas o enervou.
***
Programa "MiaAmiko" - Esperanto@Brazilo
Virtuala Brazila Esperanto-Movado

PAZ EM NÓS – Emmanuel.

“Porque a nossa glória é esta: o testamento da nossa consciência...” – Paulo / II Coríntios, 1:12.
      Abraçando a renovação espiritual para a conquista da luz, quase sempre somos contraditados pelas forças da sombra, qual se tivéssemos o coração exposto a todas as críticas destrutivas.
         Cultivas bondade e afirmam-te idiota.
         Mostras paciência e imaginam-te poltrão.
         Esqueces golpes sofridos e chamam-te covarde.
         Praticas a humildade e apontam-te por tolo.
         Falas a verdade e supõem-te obsesso.
         Exerces brandura e julgam-te preguiçoso.
         Auxilias fraternalmente e envenenam-te o gesto.
         Confias e dizem-te fanático.
         Cumpres obrigações e há quem zombe de ti.
         Entretanto, a despeito de todas as dúvidas e impugnações que te cerquem os passos, segue para diante, atendendo aos deveres que a vida te preceitua, conforme o testemunho da consciência, na convicção de que felicidade verdadeira significa, em tudo, paz em nós.
Livro: Palavras de Vida Eterna.
Emmanuel / Chico Xavier.

sábado, 23 de setembro de 2017

Origem do Cristianismo - Vinícius

Vendo Deus os homens se hostilizarem numa vida de egoísmo — uns amontoando haveres, outros sucumbindo rotos e famintos, uns governando como tiranos, outros obedecendo como escravos —, chamou Jesus, e disse-lhe: "Filho bem-amado; vai à Terra, e dize àquela gente que eles todos são irmãos, filhos meus, criados por mim que tenho reservado a todos igual destino. Ensina-lhes que minha lei é amor. Esforça-te por fazê-los compreender essa lei; exemplifica-a do melhor modo possível, ainda mesmo com sacrifício de tua parte. Quero, faço empenho que o egoísmo desmedido, que impera no coração do homem, seja substituído pelo amor. Sei que isto é difícil, que vai custar muito, mas não importa: minha vontade é essa. Tu serás a encarnação do meu verbo. Falarás aos homens, instruí-los-ás no conhecimento desta verdade. Eu serei contigo."
Jesus, filho dileto e obediente, ouviu a palavra do Pai, saturou-se dela, e, compenetrado da missão que recebera, veio ao mundo.
Nasceu num estábulo, para mostrar em que desprezo tinha as estultas vaidades deste meio. Cresceu, fêz-se homem, e deu início ao cumprimento da ordem recebida. Começou a instruir a Humanidade. Pregava nas praças públicas, nas praias do mar, nas ruas, onde quer que se reunisse o povo. Percorria cidades, vilas e aldeias, anunciando e exemplificando a lei do amor.
Dizia, dentre outras coisas: Homens: vós sois irmãos; amai-vos mutuamente; pois em tal se resume a única e verdadeira religião. A vossa sociedade está dividida; há entre vós separações profundas. Uns dispõem do poder com tirania; outros se submetem como servos. O grande oprime o pequeno. O fraco é esmagado pelo forte. Para os ricos, todas as regalias, todos os privilégios; para os pobres, trabalhos e angústias. Tendes concentrado toda a vossa aspiração na posse da terra com seus bens. O egoísmo domina-vos. É necessário que vos reformeis. A existência, que ora fruís no mundo, passa como uma sombra, é apenas uma oportunidade que o Pai vos concede para conquistardes o futuro brilhante que Ele vos reserva. Aspirai pois, de preferência, aos bens espirituais, que o ladrão não rouba, e a traça não rói. Tal é a vontade do Pai. Vós o adorais com os lábios, mas não o fazeis com o coração. Deus é espírito, e neste caráter deve ser compreendido. Ele não está encarcerado nos templos de pedra como supõem os judeus em Jerusalém, e os samaritanos em Garezim; mas, espírito que é, Ele se manifesta a todos que invocam seu nome com fé, permanecendo em seu mandamento. A estes, Deus procura para seus adoradores. Os ritos e cerimônias são coisas vãs, inventadas pelos homens.
E enquanto assim ia falando, Jesus curava toda a sorte de enfermos que encontrava, inclusive leprosos, cegos de nascença, e paralíticos. E tudo fazia por amor; não recebia nenhuma paga pelos benefícios que prodigamente distribuía.
O povo escutava-o com avidez, sorvendo a largos haustos as boas novas que ele anunciava; pois, até então, jamais alguém pregara semelhante doutrina de amor e de igualdade. Grande era já o número dos que o seguiam e propagavam seus feitos.
O clero e as autoridades começaram a inquietar-se vendo na doutrina de Jesus um perigo para as instituições vigentes, e particularmente para os privilégios que desfrutavam os representantes do Estado e da Igreja.
Os dois poderes — o temporal e o espiritual — resolveram agir em defesa de seus mútuos interesses seriamente ameaçados. Trataram, desde logo, de prender Jesus. Antes, porém, de o fazer, prepararam o ânimo do povo, dizendo: o Nazareno é um impostor, inimigo da Igreja e de César. Todos os prodígios que faz é por influência de Belzebu. É um blasfemo, um herege, que nem sequer guarda a tradição de nossos pais, legada por Moisés.
Sugestionado o povo ignaro, restava consumar-se o delito. Prenderam o Enviado de Deus, e levaram-no ao sinédrio.
Ali, os sacerdotes o interrogaram, e acerbamente o acusaram. Jesus calaria. É indispensável que morra, concluíram por unanimidade. Levemo-lo a Pilatos para que ele, na qualidade de representante de César, lavre a sentença. E conduziram-no, sob chufas e apupadas, até o palácio do preposto de César. Pilatos recebeu a embaixada, e interpelou o pseudo-criminoso. Achou-o inocente. Voltando-se então para os seus acusadores, disse: "Não vejo neste homem crime algum. Proponho que seja absolvido”.
— Nunca! — Bradaram em coro os sacerdotes, os escribas e os fariseus. — Preferimos perdoar a Barrabás, o homicida. Quanto ao Nazareno queremos que seja crucificado. É amotinador, é blasfemo, é endemoninhado, é louco; cura doentes de graça; nivela senhores e escravos, nobres e plebeus; diz que se deve renunciar às riquezas, que todos os homens são filhos de Deus, e que a religião é amor.
— Mas eu não vejo nele crime algum. — Obtemperou o Procônsul romano.
— Se não crucificares o Nazareno — retrucou o poviléu, instigado pelos sacerdotes —, não és amigo de César, pois só a ele temos como rei, e Jesus se diz rei. Lavra a sentença; do contrário apelamos para César.
Pilatos, acovardado pela ameaça, entregou Jesus, para ser crucificado. E crucificaram-no, ladeado por ladrões.
Antes, porém, de Jesus exalar o derradeiro suspiro, voltou-se para umas mulheres piedosas, e alguns discípulos fiéis, que choravam ao pé da cruz, e disse:
— Não vos entristeçais; eu não vos deixarei órfãos, mas voltarei a vós. — E, levantando os olhos para o céu, acrescentou: — Pai, cumpri o teu mandato. Fui até o sacrifício. Traguei, até à última gota, o cálice da amargura. Os homens deste mundo são maus, contudo, eu imploro para eles o teu perdão, porque também são ignorantes: não sabem o que fazem. Julgam que podem contrariar os teus desígnios executando-me, a mim, que fui o intérprete de tua palavra. Eu sei que tu farás prevalecer a tua soberana vontade. E continuarei ao teu lado, agindo sob teu influxo, e, comigo, aqueles que tu me deste.
Assim, mais dia menos dia, a luz vencerá as trevas, a liberdade se oporá à escravidão, a justiça destronará a tirania, e, ao reinado do egoísmo, sucederá o reinado do amor. Passarão o céu e a terra, mas a tua palavra não passará. Recebe, Pai, o meu espírito.
Livro: Nas pegadas do Mestre.
Vinícius.

Anotações Da Esperança – Emmanuel.

 
Se caíste em algum obstáculo, ergue-te e anda.
Ninguém toma forma no corpo físico para estações de repouso.
Todos somos no mundo ou no Mais Além devidamente chamados a colaborar na vitória do Bem.
E o Bem aos outros será sempre a garantia de nosso próprio Bem.
Se dificuldades repontam da estrada, não te omitas. Trabalha para extingui-las.
Segue adiante, reconhecendo que nos cabe a todos desenvolver o esforço máximo para que, junto de nós ou longe de nós se realize o melhor.
Não pares.
A estagnação é ponto obscuro em que os mais substanciosos valores se corrompem.
Não recorras à idéia de fatalidade para justificar o mal, porquanto o Bem de todos triunfará sempre.
Os únicos derrotados no movimento criativo da vida são aqueles que atravessam a existência, perguntando o porquê das ocorrências e das cousas sem se darem ao trabalho de conhecer-lhes a origem; aqueles que descreram de Deus e de si mesmos, apagando-se no vazio do “nada mais a fazer”; aqueles que choram inutilmente as provações necessárias; aqueles que fogem dos problemas da vida, temendo-lhes as complicações; aqueles que se acreditam incapazes de errar e aqueles outros que, em se observando caídos, nessa ou naquela falta, não sentem a precisa coragem do “começar de novo”.
Não estaciones.
Em favor de todas as criaturas, estejam como estejam, Deus criou o apoio do trabalho e a bênção da esperança.
Livro: Alma e Luz.
Emmanuel / Chico Xavier.

Felicidade / A felicidade é deste mundo – Raul Teixeira.


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Problemas Espirituais

Um dos maiores problemas espirituais é a falta de fé em nós e em Deus. Se duvidarmos de nós, a insegurança nos dominará e ninguém acreditará em nossas capacidades.
A insegurança é como um cupim que vai aos poucos nos devorando, silenciosamente, por dentro e, na hora em que temos que demonstrar nossas capacidades e talentos, acabamos falhando, porque nunca tivemos a verdadeira fé em nós. Temos que acreditar em nós mesmos, porque, se não fizemos isso, ninguém o fará por nós.
Livro: Sempre Melhor – 38.
Jose Carlos De Lucca.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Cartões - 121










El bien y el mal / Good and Evil / Bono kaj malbono / O Bem e o Mal.

El bien y el mal.
629. ¿Qué definición se puede dar de la moral?
- La moral es la regla para conducirse bien, vale expresar, la distinción entre el bien y el mal. Se basa en la observancia de la ley de Dios. El hombre se comporta bien cuando hace todo con miras al bien de todos, porque en tal caso está observando la ley de Dios.
El Libro de los Espíritus – Allan Kardec.
Good and Evil
629. What definition can be given of the moral law?
The moral law is the rule for acting aright, that is to say, for distinguishing practically between good and evil. It is founded on the observance of the law of God. Man acts rightly when he takes the good of all as his aim and rule of action; for he then obeys the law of God.
THE SPIRITS’ BOOK – Allan Kardec.
Bono kaj malbono
629. Kiun difinon oni povas doni pri moralo?
Moralo esta la regulo por bona konduto, tio estas la distingo inter bono kaj malbono. Ĝi sin bazas sur observado de la leĝo de Dio. La homo bone kondutas, kiam li ĉion faras kun rigardo al ĉiuj kaj por bono de ĉiuj, ĉar tiam li observas la leĝon de Dio.
La Libro de La Spiritoj – Allan Kardec.
O Bem e o Mal
629. Que definição se pode dar à moral?
A moral é a regra da boa conduta e portanto da distinção entre o bem e o mal. Funda-se na observação da lei de Deus. O homem se conduz bem quando faz tudo tendo em vista o bem e para o bem de todos, porque então observa a lei de Deus.
O Livro dos Espíritos – Allan Kardec.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Eu sou doente ou eu estou doente?

Crie cada vez mais paisagens mentais alegres, otimistas, saudáveis. Na mente pessimista está a maioria das nossas doenças. A mente pode ser comparada a uma cassa. A doença e a saúde são como duas pessoas que gostariam de morar com você e que têm gostos muito diferentes. Ao contrário da saúde, a doença não aprecia casa limpa, arejada, enfeitada de amor e de paz.
Existe grande diferença entre ser doente e estar doente. Cuidado com isso. Quem se julga um doente define a própria natureza, algo permanente e, portanto, com reduzidas chances de mudar.
Mas, quem está doente revela uma condição momentânea e passageira. Quem é permanece. Quem está deixará essa condição a qualquer momento. Jamais pense ou diga “eu sou doente”. Diga apenas “eu estou doente”.
O ambiente que criamos em nossa mente definirá nossas chances de cura ou manutenção da enfermidade. Vamos arejar nossa mente com otimismo, boas conversas, boas companhias, leituras edificantes, música agradável, idéias fraternais e muito bom humor, pois com isso a saúde residirá conosco.
Livro: Sempre Melhor.
Jose Carlos De Lucca.

domingo, 17 de setembro de 2017

Sanaj kaj malsanaj rilatoj

Kiu havas bonajn partnerojn aŭ proksimajn amikojn, tiu estas pli sana kaj vivas pli longe: Tio estas la konkludo de pluraj studaĵoj de usonaj psikologoj. Malamikecaj rilatoj aliflanke damaĝas al la sano - kaj ankaŭ la personeco ludas centran rolon.
La homo estas socia besto. Vivon sen partnero aŭ amiko plej multaj homoj apenaŭ povas imagi. Kiel studaĵoj montras, soleco povas eĉ malsanigi. Kial malvastaj rilatoj estas tiom gravaj kaj sanigaj, tio estas esplorata de jaroj. La usona psikologia asocio dediĉas al la temo pro tio nun tutan kajeron: La aktuala eldono pritraktas la demandon kial malvastaj rilatoj povas plilongigi la vivon kaj kiamaniere ili disvolvas sian sanakcelan aŭ malakcelan efikon. La artikoloj donas resumon pri tio kion oni scias jam hodiaŭ tiurilate.
Kiel multfacetaj la efikoj de interhoma kontakto povas esti, tion montras kontribuo de psikologoj de la universitato de Masaĉuseco. Ili raportas pri serio de studaĵoj kiuj pruvas kiel helpaj povas esti malvastaj rilatoj ekzemple dum malfacilaj tempoj aŭ sub streso el nura korpa vidpunkto: La pozitivaj efikoj montriĝas ekzemple ĉe la sangopremo, ĉe la nivelo de la streshormono  kortisolo kaj en la cerbo. Per emocia subteno oni ankaŭ sentas malpli da doloroj kaj vidas la mondon kiel malpli minaca.
Sed ne nur en malbonaj sed ankaŭ en bonaj tempoj malvastaj sociaj kontaktoj povas utili. La sanakcela efiko de pozitivaj travivaĵoj estas plifortigata, se oni povas kunhavi la spertojn kun iu alia. Tiam oni ankaŭ pli facile povas sekvi al personaj celoj. Kaj oni emas zorgi pri si mem kaj vivi sane.
Grandan rolon ludas ankaŭ la sentoj de familiareco, de aprezo kaj de tuŝiĝoj. Sur tia bazo homoj disvolvas malpli da afekcioj de bonfarto. Ili dormas pli bone kaj sentas sin entute pli vivofortaj kaj kontentaj. Reagoj pri la proksimeco speguliĝas ankaŭ en la rekompenca centro de la cerbo.
Ĉio tio tamen validas nur por bonaj rilatoj. Se partnereco estas regata de malamikemo kaj rifuzo, tiam la korpaj efikoj inversiĝas kiel tio estas ankaŭ pruvita per studaĵoj: Plialtiĝas la sangopremo, la imunsistemo ne funkcias tiel bone. La partneroj pli ofte suferas pri inflamoj kaj iliaj vundoj saniĝas pli malbone.
Je longa vido homoj en konfliktemaj rilatoj estas pli ofte trafitaj de kor-sangocirkulaj malsanoj, de kronikaj doloroj kaj de tropezo. Socia rifuzo krome kondukas ne malofte al malsana kondutado kiel fumado aŭ troa manĝado.
La korpaj reagoj laŭ la psikologoj tamen intime kunrilatas kun la personeco. Homoj havas tre variajn atendojn al sia vidalvidulo, kaj same varie ili reagas.
Tiel ekzemple estas tre timemaj tipoj de ligiĝo kiuj sentas timon pro eksteraj minacoj kaj dube zorgas pri la rilato. Ili ankaŭ korpe reagas pli forte pri malharmonioj kaj konfliktoj ol sekuraj kaj sendependaj tipoj de ligiĝo. La konsekvencoj montriĝas denove en la kor-sangocirkula sistemo, ĉe stresreagoj kaj inflamoj, en la imunsistemo kaj kondutado. Krome homoj havas malsamajn vivocelojn: Kelkaj estas principe sociemaj, aliaj estas egocentremaj. La lastaj estas pli ofte timemaj aŭ solecaj.
Laŭ la psikologoj ankaŭ forte dependas de la personeco, ĉu rilato por iu estas sana aŭ malsana. Aliaj influfaktoroj estas ankoraŭ malmulte esploritaj, ekzemple la roloj de sekso, de kulturo kaj de socia fono.

Ver – Emmanuel.

A visão não é exclusividade dos olhos físicos.
Refletir é ver com a consciência.
Imaginar é ver com o sentimento.
Calcular é ver com o raciocínio.
Recordar é ver com a memória.
Por isso mesmo, a visão é propriedade vasta e complexa do Espírito, que se dilata e se enriquece constantemente, à medida que nossos poderes e emoções se desenvolvem e se aprimoram.
Quem deseje, pois, realizar, aquisições psíquicas de clarividência nos celeiros da vida, guarde a pureza no coração, afim de que a pureza, em se exteriorizando através de nossos sentidos, nos regenere o mundo emocional, reajustando o nosso idealismo e equilibrando os nossos desejos na direção do Bem Infinito.
Quem procura o “lado melhor” dos acontecimentos, a “parte mais nobre das pessoas” e a “expressão mais útil” das cousas, está conquistando preciosos acréscimos de Visão.
Enquanto nos confiamos às paixões perturbadoras, tateando nas trevas do egoísmo e do ódio, varando o gelo da indiferença e o enrijecimento espiritual, atravessando o incêndio da incompreensão e do desvario ou vencendo os pântanos do desregramento ou da intemperança, não poderemos senão ver com a carne os problemas inquietantes e dolorosos que à ela se ajustam.
Purifiquemos o Espírito e conseguiremos descobrir os horizontes da nossa gloriosa imortalidade.
Todos enxergam alguma cousa na vida comum, entretanto, raros sabem ver.
Ajustemo-nos aos princípios do Vidente Divino que soube contemplar as necessidades humanas, com amor e perdão, do Alto da Cruz e, por certo, começaremos, desde agora, a penetrar na claridade sublime de nossa própria ressurreição.
Livro: Alma e Luz.
Emmanuel / Chico Xavier.

Oração

Oração

Nossa Receita